Três homens encapuzados e fortemente armados invadiram a casa do sócio-gerente do supermercado Brasão, Edson Moraes, em Pato Branco, no início da noite de quinta-feira. O bando rendeu o empresário e a família dele e, depois de permanecer horas na casa, fugiu levando jóias e dólares, cuja quantia Moraes preferiu não divulgar.

Segundo o investigador da delegacia do município, Matias do Nascimento, o trio havia planejado com antecedência o assalto, sabendo que o empresário guardava grande quantia em dinheiro em seu cofre. Por volta das 19h, os assaltantes pularam o muro e entraram na casa, no bairro Jardim Pinheiro, pela sacada. Após render a família, exigiram que Edson abrisse o cofre, dando várias coronhadas em sua cabeça. Cerca de duas horas mais tarde eles deixaram o local, levando dólares e jóias, e fugindo em um veículo ocupado por outros comparsas que davam cobertura à ação. Antes de fugir os marginais ainda amarraram Moraes e sua família. Mais tarde o empresário conseguiu se livrar das amarras e foi encaminhado ao hospital, onde recebeu alta horas depois.

Procurados

A polícia ainda não tem pistas de quem são e o paradeiro dos bandidos, mas garante que eles já agiram outra vez contra a família. No final do ano, o mesmo bando teria invadido o apartamento de Eduardo Dalmora, também sócio do Brasão, em Matinhos, litoral do Estado. Durante o assalto, o prefeito de Pato Branco, cunhado do empresário, estava no local e foi amarr ado junto com duas empregadas.