Taxistas ajudaram na captura do ladrão.

Um assaltante se deu mal ao tentar roubar um taxista, na noite de quarta-feira, no bairro Rebouças. Acabou preso, com duas pernas fraturadas e está internado no Hospital Cajuru, sob escolta policial.

Segundo informações dadas pelo 2.º Distrito Policial (Rebouças), por volta das 21h20, na Rua Brigadeiro Franco, um casal solicitou corrida de táxi para a Vila Hauer. Algumas quadras adiante, o rapaz pediu ao taxista para que parasse para dar carona a um amigo. Os três passageiros permaneceram quietos por mais uma parte do trajeto, quando um deles resolveu dar voz de assalto.

Roubo

O taxista foi obrigado a parar o carro e entregar telefone celular, rádio toca-fitas e mais R$ 100,00. Também teve que descer do táxi. Os assaltantes tentaram ligar o carro para fugir mas não conseguiram. Repetiram o gesto por diversas vezes mas não obtiveram êxito. Com medo de serem presos, resolveram fugir a pé.

Logo após abandonarem o taxi, a vítima entrou novamente no carro e passou a perseguir o grupo. Pediu auxílio a outros companheiros de profissão e seguiu no encalço dos marginais. Dois deles (o casal) conseguiram desaparecer, mas um não teve a mesma sorte. Ao tentar despistar os taxistas, o indivíduo subiu no telhado de um casa e enquanto pensava como escapar, caiu. Na queda, o assaltante fraturou as duas pernas e somente não foi linchado pelos demais taxistas porque a Polícia Militar chegou a tempo de salvá-lo.