enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Muvuca na delega

Revolta na Furtos e Roubos de Veículos

Fim das regalias teria motivado a manifestação dos detidos

  • Por Karen Bortolini

A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) continua em clima tenso. Doze detentos condenados começaram nova manifestação por transferência, na manhã de ontem. Outros se uniram na algazarra. A previsão é que eles sejam levados para o sistema prisional hoje. Foi necessária a intervenção de uma equipe do Comando de Operações Especiais, com tiros de efeito moral, para conter o tumulto.

O delegado Gerson Machado, da DFRV, disse que são muitas as exigências dos presos. Segundo ele, mesmo com a transferência recente de cerca de 42 condenados, a cadeia continua superlotada. “Estamos com quase 150 presos provisórios. Faço um apelo para que sejam retirados”.

Reivindicações

Ontem, após a confusão, o delegado disse aos presos e aos familiares deles que está fazendo o possível para atender reivindicações. “Chegaram a pedir videogame. Muitos familiares viram escravos, levando chocolates, revistas e cigarros e esquecem que, quando eles estavam soltos, não os deixavam descansar”, relata o delegado.

Machado ainda disse que antes de assumir a delegacia, celulares e drogas eram repassados aos presos facilmente. “Prendemos dez donos de autopeças receptadores em quatro meses. É claro que não estou agradando, porque estou mexendo com gente que gira muito dinheiro”.

A vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Isabel Mendes, informou que muitos detentos aguardam a primeira audiência de um a cinco anos.

Confira o vídeo com o Delegado Machado.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas