Conhecido pelos amigos como um apaixonado pela restauração de carros antigos, Oscar Percy Hoeflich, 54 anos, assassinado na tarde de terça-feira, pode ter sido vítima de um assalto. De acordo com o delegado Luiz Alberto Cartaxo de Moura, titular da Delegacia de Homicídios, antes de ser abordada pelos criminosos, a vítima passou em uma agência bancária onde trocou um cheque. Parte do dinheiro, que teria sumido depois do crime, seria usada para pagar o salário de alguns funcionários.

Oscar dirigia uma Variant, que segundo amigos foi restaurada há poucas semanas, quando foi abordado por dois indivíduos na Rua Valdemar Loureiro de Campos, Xaxim. Os assassinos, que ocupavam uma moto vermelha, discutiram com a vítima e depois disparam três tiros, que atingiram o peito e a mão de Oscar.