Investigações do 8.º DP, visando combate ao desvio de carga, culminaram na prisão de C.S.C.P, 22 anos, na tarde de terça-feira (27), em São José dos Pinhais, e na recuperação de uma carga de cigarros, avaliada em R$ 100 mil.

Segundo o delegado-titular do 8.º DP, Renato Bastos Figueiroa, na manhã de terça, uma carga de cigarros da Souza Cruz foi roubada no Água Verde por homens armados que renderam o motorista e após andarem algum tempo com ele como refém, pararam num local ermo e após fazerem o transbordo da carga fugiram em disparada.

Após tomarem conhecimento dos fatos e considerando que as características físicas batiam, investigadores do 8.º DP se deslocaram até o Xaxim, onde residia Khaoan Claudino Pereira, 24 anos, que já vinha sendo investigado por roubo de carga. No local apuraram que ele tinha se mudado para São José dos Pinhais.

Ao chegarem na residência situada no Jardim Brasil, São José dos Pinhais, visualizaram um Kia que transportava bases para camas box, placas aplicadas AFS- 3834, produto de roubo por dois homens armados, ocorrido em 25 de abril, em Quatro Barras.

No local, prenderam C.S.C.P., que é esposa de Pereira. No interior desse veículo, estava a carga de cigarros roubada no Água Verde. “No interior da residência foi apreendido também um revólver calibre 38, certa quantidade de maconha e um bloqueador de sinal, usualmente utilizado pra bloquear sinal de rastreador dos veículos que transportam carga”, contou Figueiroa.

Investigações do 8.º DP apontam o envolvimento também de Gabriel Henrique Viepsz, 23 anos, e Sanderson Alberto Viepsz, 33 anos, no roubo da carga de cigarro.

C.S.C.P. foi presa por receptação, posse irregular de arma de fogo e uso de entorpecente sendo encaminhada ao Centro de Triagem feminina. Ela não participou do roubo da carga de cigarros, que foi praticado por Pereira, Sanderson, Viepsz e demais comparsas, que encontram foragidos.

Após responder a ação penal na 2ª Vara Criminal de São José dos Pinhais, C.S.C.P. foi absolvida.