Rodrigo o “Gordinho”,
acusado de vários crimes.

Investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) recapturaram o foragido Rodrigo Siqueira dos Santos, 24 anos, o “Gordinho”. Ele foi preso na última quinta-feira, em sua casa, em São José dos Pinhais e apresentado ontem à imprensa. “Gordinho” é um dos homens que havia fugido da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) no ano 2000. De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, o detido foi arrebatado daquela especializada juntamente com outros presos.

A prisão ocorreu durante diligências dos policiais Luiz Eraldo e Rudis, naquele município. A dupla apurava a denúncia de que um dos envolvidos no crime de latrocínio – ocorrido na semana passada (dia 10) e que resultou na morte do empresário Claudino Pizzolatto (proprietário do Posto Chaparral) – estaria escondido em uma região de São José dos Pinhais. Enquanto os policiais faziam levantamentos da localidade, depararam com “Gordinho” que, ao ser abordado, tentou fugir. Perseguido, ele quis se refugiar em seu próprio barraco, mas foi preso. Antes, porém, conseguiu se livrar de um revólver que portava.

Na DFR foi constatado que o preso possuía dois mandados de prisão expedidos pela 7.ª Vara Criminal e pela Vara de Execuções Penais (VEP). Além disso, ele conta com antecedentes por homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e roubo. “Gordinho” foi autuado pelo delegado Gil Tesserolli.