Tiros vindo de todos os lados frustraram a ação dos três homens que tentaram assaltar um açougue na Rua Tenente Coronel Benjamin Lage, Uberaba, às 17h30 de sábado. O proprietário e uma pessoa desconhecida reagiram. No tiroteio, um dos ladrões – ainda não identificado -levou um tiro no peito e um dos açougueiros foi atingido no pé. O assaltante morreu a caminho do hospital e o dono do estabelecimento fugiu.

Com base no depoimento de testemunhas, o investigador Itamar, do 7.º Distrito Policial, disse à imprensa que tanto o dono do açougue quanto uma terceira pessoa – que estaria do lado de fora -, reagiram a tiros ao assalto. Dentre os vários disparos, um atingiu um dos ladrões, e outro, o pé do açougueiro Nelson Gomes Sobrinho, 36 anos. “O assaltante estava estendido, ainda com a arma na mão, quando a PM chegou”, disse o policial.

Os baleados foram levados ao Hospital Cajuru, mas o suspeito morreu durante o trajeto. Os outros dois participantes do assalto conseguiram escapar.

Armas

Segundo o investigador, ainda não se sabe de que arma saíram os tiros. O comerciante desapareceu após o confronto, deixando no estabelecimento a arma por ele utilizada – que será submetida ao exame de balística. A pistola calibre 9 mm do assaltante morto também foi recolhida pela polícia.

A Delegacia de Homicídios registrou o depoimento de uma pessoa ligada ao açougue, alegando que a Ronda Ostensiva de Natureza Especial (Rone) teria perseguido e baleado o suspeito. A informação, porém, foi desmentida pela sala de imprensa da Polícia Militar.

O assaltante morto tinha cerca de 25 anos e vestia jaqueta de couro preta, calça verde e bota preta.