enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Amigo só do crack

Rapaz furta carro de amigo para trocar por R$ 50 em droga

Vítima acabou se comovendo com a situação e retirou queixa na polícia

  • Por Karen Bortolini

Um rapaz, de 26 anos, trocou o carro do colega de trabalho por droga. O Vectra avaliado em R$ 40 mil foi vendido por R$ 50 para comprar crack. Ele pediu carona no fim do expediente, mas o amigo disse que, no caminho, tinha que passar em casa para tomar banho. Quando saiu do banheiro, deu falta do veículo e do amigo. Ontem à tarde, o ladrão foi detido e levado à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos. O colega não deu queixa pelo furto e o rapaz foi autuado por abuso de confiança e liberado.

Inicialmente a vítima achou que se tratava de um sequestro, pois jamais desconfiaria do amigo. Ambos trabalham em uma concessionária de automóveis e tinham bom relacionamento. “Já o ajudei muito em várias situações. A partir desta segunda-feira eu emprestaria uma moto para ele ir ao trabalho, pois estava sem carro”, contou a vítima.

Solidários

Na sexta-feira passada, quando saíram do trabalho, o rapaz pediu carona e sumiu com o carro. A versão do detido é que ele e a vítima revezavam o veículo e sempre iam juntos ao trabalho, para economizar combustível. “Na sexta-feira tive uma recaída com as drogas. Sou viciado em crack desde os 19 anos”, comentou. Ele não explicou o que fez com o carro durante a recaída. A vítima afirmou não ter emprestado o Vectra a ninguém.

No sábado, o dono do veículo continuou as buscas pelo automóvel. Ele chegou ir à casa do colega, falou com a mãe dele, que se negou a informar o paradeiro do filho. Domingo, ele retornou à casa do amigo e percebeu que a mãe omitira a verdade. A esposa do viciado, que ganhou bebê em 31 de julho, chegou a informar a polícia sobre o sumiço do marido.

Pena

“Quando descobri que ele já tinha vendido uma TV de dentro de casa para comprar droga, cheguei à conclusão que ele tinha levado meu carro. Decidi registrar queixa somente na segunda-feira”, relatou o colega. Traficantes tentaram devolver o veículo no próprio trabalho, por R$ 10 mil, mas a vítima não aceitou. Comovido com o drama do amigo, o dono do carro retirou a queixa de furto para não prejudicar a vida do colega e da família dele. O veículo foi localizado e será restituído.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas