"Leandrinho" pode ter
se desentendido com
os assassinos em uma festa.

Com dois tiros no peito, Leandro Barbosa Gonzaga, mais conhecido como "Leandrinho", 20 anos, foi assassinado às 2h20 da madrugada de ontem. O corpo estava caído em uma valeta na Rua Coronel Joaquim Antônio de Azevedo esquina com a Rua Felipe dos Santos Freire, no Bairro Novo A, Sítio Cercado.

Policiais da Delegacia de Homicídios estiveram no local e apuraram que vizinhos ouviram três tiros. Em seguida, uma breve discussão. Quando a rua ficou novamente em silêncio, os moradores saíram para ver o que tinha acontecido e encontraram o corpo na valeta. Os policiais descobriram que em uma casa, próxima ao local do crime, aconteceu uma festa que terminou pouco depois de o rapaz ser assassinado. Os investigadores acreditam que o jovem e os criminosos estavam na festa, onde a confusão pode ter iniciado.

Familiares de Leandro contaram à polícia que o jovem estava na casa de uma mulher, na Rua Euclano de Araújo Filho, na Vila Verde, Cidade Industrial. Na tarde de quinta-feira, ele se despediu e avisou que iria retornar para casa de seu pai, na Rua Tenente Júlio Jakobiski, no Sítio Cercado. Deste então, não deu mais notícias para a família. Os parentes garantiram que o rapaz não tinha envolvimento com gangues nem com drogas.

Investigações

Até a manhã de ontem, investigadores da DH não tinham suspeitos do crime. De acordo com os policiais, o proprietário da casa deve ser intimado nas próximas horas para informar o que aconteceu durante a madrugada. Também serão ouvidos parentes e amigos do rapaz.