Maria, o adolescente, Márcio
e Daniel – admitiram os roubos.

Acusados de envolvimento em assaltos, uma mulher, um adolescente e dois homens foram detidos no início da noite de sexta-feira, no Boqueirão. Maria Pereira do Nascimento, 39 anos, assumiu, com coragem, o assalto a uma loja de roupas, feito no dia anterior. Márcio da Costa Alexandre, 21, e J.D.A., 16, admitiram o roubo contra um posto de gasolina, na tarde daquele dia. E Daniel Ananias da Silva, 27, disse que apenas conduzia o carro no assalto ao posto.

Os quatro estavam em um Escort Vermelho que trafegava pela Rua Marechal Floriano, próximo ao terminal do Boqueirão, quando foram abordados. O cabo Ramalho e os soldados Gehring, Ricardo e Moreira, do Regimento de Polícia Montada, RPMont, tinham a descrição do veículo e a informação de que ele teria participado de um assalto a um posto de gasolina, em São José dos Pinhais. “O Márcio e o menor foram reconhecidos pelas vítimas”, contou Ramalho.

Loja

Já Maria levou os policiais até sua casa, em Pinhais, e entregou as peças de roupas roubadas de uma loja no dia anterior, naquele município. “Sempre trabalhei. Foi bobeira. Não é isso que quero para minha vida”, disse, afirmando que outro casal e um terceiro indivíduo estavam com ela no assalto. “Meu aluguel estava atrasado e bateu o desespero”, justificou. Era de Maria o revólver, calibre 38, usado no assalto ao posto. “Eu utilizo a arma em despachos”, disse. Márcio assumiu que estava com a arma.

Daniel é técnico mecânico e, na separação da mulher, ficou com o carro. Ele está desempregado e afirmou que só conduzia o Escort para levar os assaltantes. Ele estava passando uns dias na casa de Maria, mas negou que os dois tivessem algum tipo de relacionamento amoroso.Todos foram encaminhados à delegacia de São José dos Pinhais.