A Alfândega da Receita Federal no Porto de Paranaguá realizou ontem a maior apreensão de produtos falsificados de sua história. De uma só vez foram 60 toneladas de mercadorias, entre elas bolsas, carteiras, relógios, roupas e óculos de marcas conhecidas como Louis Vuitton, Victor Hugo, Oakley, Nike, Calvin Klein e Bvlgari.

Em função do enorme volume apreendido, as mercadorias ainda foram avaliadas, mas estima-se que o valor da apreensão, a preço de mercado, atinja R$ 10 milhões.

Informática

A apreensão ocorreu durante o procedimento chamado de gerenciamento de risco. Sistemas informatizados da RF monitoram as cargas antes mesmo de sua chegada ao País.

São novas técnicas de avaliação de operações de comércio exterior que estão sendo implantadas nos portos do Paraná e de Santa Catarina. Os principais portos já contam com estruturas locais de inteligência e análise de risco para identificação de operações suspeitas.

Também foi implantada recentemente a Equipe Regional de Gerenciamento de Risco que faz a integração das informações entre as unidades aduaneiras na 9 ª Região Fiscal.