Uma casa, na Rua Rio Grande do Sul, no bairro São Domingos, foi "estourada" por policiais da delegacia de São José dos Pinhais, na madrugada de anteontem. O local estava sendo utilizado por uma quadrilha de ladrões de camionetes para esconder os veículos que, posteriormente, eram levados para o Paraguai e revendidos. Ricardo Rodrigues de Souza, 35 anos; Elder Trevisan, 28, e José Reinaldo de Araújo, 38, foram presos. Helton de Paulo Tourinho, 18, e Jader Rodrigues Machado, 28, conseguiram escapar e tiveram suas prisões preventivas decretadas, a pedido da polícia. No local, a polícia apreendeu diversos documentos pessoais de vítimas de roubos de carros.

O superintendente Altair Ferreira, da DP de São José dos Pinhais, informou que os policiais estavam investigando o grupo há vários dias. Por volta das 22h de terça-feira, três integrantes do grupo tomaram em assalto a caminhonete Frontier placa ALJ-6672, ano 2004, e a levaram para o esconderijo. Os policiais checaram a placa e descobriram que havia alerta de roubo, momento em que fizeram a abordagem. "Na casa só encontramos as mulheres dos quadrilheiros. Eles perceberam e fugiram, mas foram apanhados em seguida", relatou o superintendente.

As investigações apuraram que os seis homens roubam caminhonetes Frontier, Sportage, Hilux e Pajero, levam para o Paraguai, onde comercializam os veículos por US$ 5 mil cada. De acordo com Ferreira, Ricardo e Helton foram presos em Goioerê, no dia 25 de abril passado, flagrados levando para Guaíra uma caminhonete Sportage. "O Ricardo e o Helton saí ram em liberdade provisória às 9h de terça-feira. O Ricardo foi preso por nós na madrugada do dia seguinte, logo após roubar a Frontier", frisou o investigador, dizendo que Ricardo e Helton foram reconhecidos pelo proprietário da caminhonete. Ele relatou ainda que, no domingo, outro integrante do grupo, Everton Rodrigues Machado, 30, foi preso em Irati, quando trafegava pela BR-277, com uma caminhonete roubada em Curitiba.

Antecedentes

De acordo com o policial, Ricardo tem diversas passagens pela polícia paranaense por roubo de veículos. "O Jader reside no bairro Xaxim, em Curitiba, e foi apontado pelos outros marginais como integrante da quadrilha, mas ele nega qualquer envolvimento", disse Ferreria, contando ainda que Elder tem várias passagens por furto e roubo e está com prisão preventiva decretada pela 7.ª Vara Criminal de Curitiba, pelo crime de furto. José Reinaldo também foi denunciado pelo grupo e foi preso portando um revólver calibre 32, sendo autuado em flagrante por porte ilegal de arma. "As investigações continuam para prender os foragidos e identificar outros integrantes. Calculamos que sejam em torno de dez", salientou o superintendente.