Como uma tragédia anunciada, superlotada, com 111 presos para uma capacidade de apenas 36, a delegacia de São José dos Pinhais registrou fuga de 14 detentos na madrugada de hoje (04).

Eles escaparam por uma grade cerrada do sistema de ventilação da galeria três. Depois de escalar uma parede de três metros, os presos tiveram acesso ao pátio externo da delegacia e fugiram pulando os muros da delegacia.

Desde dezembro os policiais vinham se desdobrando para evitar que detentos conseguissem escapar. Como medida preventiva, há uma semana, 20 presos suspeitos de comandar planos de fuga foram transferidos. As ameaças eram constantes.

“Poderia ter sido um fuga maior, mas os plantonistas perceberam por volta das 6h30 e evitaram que mais presos saísse. Em uma situação normal, teria fugido 90 e não 14”, explica o delegado Gil Rocha Tesserolli.

Na sexta-feira passada, os agentes carcerários, que pertencem à Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos e policiais da DP de São José, ganharam o reforço de integrante do Cope para fazer uma operação pente-fino em todas as galerias, sem que nada suspeito fosse encontrado. “Eles fugiram entre domingo e segunda-feira”, afirma o delegado, que já instaurou inquérito para apurar a fuga.