O estudante universitário Paulo César Kluger, 33 anos, foi preso por policiais de Araucária e autuado em flagrante por tentativa de homicídio e por falsidade ideológica, pelo delegado Jairo Estorílio. Ele foi acusado de participar do atentado contra os irmãos Marcelo José Mendes, 28 anos, e Luiz Carlos Mendes, 23, na madrugada de domingo.

O comerciante Sérgio Duda, 40 anos, também foi indiciado sob acusação de pedir para um rapaz, conhecido por “Polaco”, atirar em Luiz Carlos, com quem tinha um desentendimento antigo por causa de mulher. Sérgio é o dono da lanchonete, onde os irmãos foram baleados, e “Polaco”, o segurança. O estabelecimento fica próximo ao terminal da Vila Angélica, em Araucária.

Atingido na virilha, Marcelo entrou em contato com a Polícia Militar e avisou que o autor dos disparos era o segurança da lanchonete, que também feriu seu irmão Luiz, com um tiro na mão e outro na barriga. O acusado fugiu em uma Veraneio azul, junto com Sérgio e, posteriormente, a PM encontrou o veículo somente com Paulo César ao volante.

“O estudante de Direito chegou no local se identificando como advogado. Algumas testemunhas contaram que foi ele quem passou a arma para “Polaco” efetuar os disparos, relatou o delegado.