Perto de a maior chacina ocorrida no Paraná completar um mês, o segundo, dos quatro suspeitos do crime, está preso. Foram mortas 15 pessoas e oito ficaram feridas na matança de 22 de setembro, em Guaíra, no oeste do Estado.

Ademar Fernando Luiz, 27, foi pego ontem na cidade de Lucas do Rio Verde (MT), a 300 quilômetros de Cuiabá. Quinta-feira passada, Jair Correia, 52, foi detido às margens do Rio Paraná, perto de Rosana (SP).

Ainda restam ser presos Diego Alexandre Honória e Hedner Rogério Alves, que estão com os mandados de prisão temporária expedidos. A Secretaria Estadual da Segurança Pública promete divulgar hoje detalhes da prisão de Ademar.

Logo que foi preso, Jair conversou com a imprensa e negou o crime. Disse que fugia porque a divulgação acerca de seu nome o colocava em risco. No entanto, ele teria confessado a fuzilaria no interrogatório à polícia.