A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) recuperou um tablet, furtado de uma loja de eletrônicos no Centro, semana passada. Com as investigações, Carlos Cezar Souza de Almeida, 37 anos, foi preso por receptação, e Jackson Douglas Collarino, 30, por tráfico de drogas.

O delegado Amarildo Antunes recebeu a denúncia que um homem negociava um tablet furtado, e os policiais flagraram Carlos na Rua Riachuelo, tentando vender o aparelho. Ele alegou que tinha comprado o equipamento de Jackson.

O segundo suspeito foi localizado nas proximidades e negou ter negociado o aparelho. Mas sabia que Carlos tinha comprado o equipamento de um homem de apelido “Tripa”. Apesar de não ter relação comprovada com o tablet, Jackson foi preso por tráfico de drogas, porque tinha 12 pedras de crack dentro da cueca.

“Tripa” foi localizado e levado à DFR. Em depoimento, alegou que não sabia nada sobre o eletrônico e sequer entendia porque Jackson havia relacionado seu nome com o aparelho furtado. Mesmo assim, “Tripa” foi indiciado por receptação e vai ser melhor investigado.

Arrombamento

O tablet foi furtado de uma loja de eletrônicos da Rua Barão do Rio Branco, no centro, na madrugada de quinta-feira passada. Ladrões arrombaram o estabelecimento e levaram cerca de R$ 40 mil em produtos. A polícia está investigando para ver se os três suspeitos tem alguma relação com o furto.