Suspeito de liderar uma quadrilha de assaltantes, em Santa Catarina, Thiago da Silva, 25 anos, foi preso por investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), num condomínio próximo ao Parque Tanguá, em Curitiba.

Ele estava em posse de um carro tomado de assalto e foi reconhecido pelas vítimas do roubo. O rapaz era procurado no Estado vizinho, onde contava com dois mandados de prisão, por tráfico de drogas, associação ao tráfico, receptação e roubo.

Conforme foi apurado pela polícia, Thiago veio a Curitiba depois que seus comparsas foram presos em Porto União (SC). Na capital paranaense ele arranjou emprego como jardineiro, com intenção de levantar informações sobre possíveis vítimas.

Ao investigar o roubo de uma Saveiro, ocorrido em 17 de fevereiro, na Rua Arthur Tambosi, na Cidade Industrial, os policiais chegaram até Thiago, que foi detido na última sexta-feira, com o veículo.

“As vítimas o reconheceram como sendo o assaltante e afirmaram que ele foi bastante violento, chegando a puxar o gatilho de sua arma, que felizmente falhou”, disse o delegado Anderson Franco, da DRFV.

Na delegacia, apurou-se que Thiago era foragido da Justiça catarinense e seria líder de uma quadrilha de assaltantes. “Eles são acusados de roubar um banco, uma lotérica e a residência de um oficial de Justiça. Ele era o único do bando que ainda estava solto”, afirmou o delegado. Além disso, o rapaz estava com dois mandados de prisão em aberto.

O detido confessou os crimes praticados em Santa Catarina, mas negou que tenha roubado a Saveiro em Curitiba. A polícia continua investigando para apurar se ele participou de outros assaltos no Paraná.

“É possível que ele roube veículos aqui para receptadores catarinenses”, ressaltou Anderson. Caso alguém reconheça o preso, pode ligar para a DFRV, no telefone (41) 3314-6400.