Por conta do latrocínio contra o comerciante Antônio Aleir Nazário, o “Toninho”, 52 anos, moradores da região protestaram, no início tarde de ontem, pelo fim da violência no bairro.

A manifestação foi em frente ao bar de Toninho fechou a Avenida Presidente Kennedy, na Vila Guaíra, por uma hora. No protesto, os moradores reclamaram de constantes assaltos a comércios, a transeuntes e pessoas em pontos de ônibus.

Investigação

A Delegacia de Furtos e Roubos aguarda testemunhas do crime, cometido na noite de sábado. Segundo o delegado Luiz Carlos de Oliveira, os depoimentos são fundamentais para se chegar às características físicas dos suspeitos e saber como eles fugiram.