Policiais civis de todo o estado fizeram assembleia em frente ao Palácio Iguaçu, Centro Cívico, na tarde de sexta-feira (14), para discutir um possível indicativo de greve. A manifestação foi marcada depois que a Secretaria de Estado da Administração e da Previdência (Seap) cancelou a reunião marcada com a categoria, na qual seriam discutidas questões salariais e condições de trabalho para os policiais. A assembleia, que aconteceu debaixo de sol forte, foi marcada por vários debates e alguns momentos de divergência entre a categoria.

Ao final, os policiais acertaram que irão aguardar que o governo marque uma nova reunião até o dia 24 deste mês para discutir, além das questões salariais, a data para o envio do projeto do novo estatuto da Polícia Civil e a contratação de mais efetivo, que está bem reduzido na maioria das delegacias em todo o Paraná.

“Caso a resposta não aconteça, no dia 25 vamos nos reunir novamente em frente aqui no Centro Cívico e votar o indicativo de greve”, disse André Gutierrez, presidente do Sinclapol.