Policiais civis paralisarão as atividades amanhã (20) no Paraná, para reivindicar progressões, promoções e contratação de mais efetivo. De acordo com o Sindicato das Classes Policiais Civis do Paraná (Sinclapol), somente o atendimento a flagrantes e homicídios será mantido. Os policiais pedem ainda a aprovação de novo estatuto e o reajuste da tabela salarial de nível superior. Manifestação está marcada para o meio-dia, na Praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico.

O presidente do Sinclapol, André Gutierrez, afirma que a categoria está apenas pedindo que “seja cumprida a lei”, tanto com relação à carreira da categoria quanto sobre a superlotação nas carceragens de delegacias. Segundo ele, as promoções, definidas em decreto de dezembro de 2012, não foram pagas e as progressões não são recebidas há 10 meses.

André disse que, em reunião na semana passada com o governador Beto Richa, não houve acordo. “O governador foi mal informado pela equipe e assessores. Não houve proposta e não houve cronograma”, completou.

Também na semana passada, a carceragem do 12.º DP (Santa Felicidade) foi esvaziada e os presos, transferidos para o sistema penitenciário. O diretor de comunicação do Sinclapol, Luiz Carlos Durie, informou que não vai ser permitido o retorno de presos ao local. Para o Sinclapol, as próximas serão as cadeias do 11.º DP (CIC) e da Delegacia de Furtos e Roubos.