Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (11), em Curitiba, os policiais civis decidiram por manifestação e paralisação no dia 20 de fevereiro, para exigir seus direitos. Promoções, progressões e contratações, juntamente com o problema carcerário e negociação salarial são as principais reivindicações.

Segundo a assessoria de imprensa do Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná (Sinclapol), a aprovação do novo estatuto também é uma das pautas, que será cobrada junto com as outras promessas feitas pelo governador Beto Richa em sua proposta de governo quando em campanha.

“É momento de união em busca dos direitos da categoria Policial Civil”, disse o presidente do Sinclapol, André Gutierrez, que espera uma grande adesão da categoria ao que foi decidido na reunião. “Aguardaremos as assembleias do interior, em Londrina e Cascavel, para definir as estratégias das manifestações”, completou.