Polícia prende dono de ferro-velho que vendia peças de veículos roubados

Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, em conjunto com policiais de 10.ª Subdivisão Policial de Londrina, prenderam na manhã de quarta-feira, (14), na Vila Cazoni, naquela cidade, o empresário Gilberto Daniel Rodrigues, 50 anos, acusado de receptação de componentes sem identificação provenientes de veículos roubados.

O acusado foi identificado a partir da investigação da DFRV, que descobriu uma quadrilha que roubava caminhonetes em Curitiba e mandava peças para serem vendidas em Londrina. Segundo a polícia, o ferro-velho Abba, de propriedade de Gilberto, vendia algumas dessas peças.

No local foram encontrados nove componentes de veículos, sendo que quatro cabines, dois motores e uma caixa de cambio eram referentes a caminhonetes. “Todas as peças estavam sem a identificação de fábrica e eram expostas para venda, o que caracteriza crime de receptação qualificada” explica o delegado operacional de Subdivisão, Lanivilton Teodoro Moreira.

Para o delegado-adjunto da DFRV, Geraldo Celezinski, todas as evidências a partir das investigações realizadas em Curitiba, demonstravam que a quadrilha especializada em roubos de caminhonetes levavam os veículos para Joinvile (Santa Catarina), e para Londrina. Duas equipes foram para essas cidades para localizar os prováveis locais de desova dos veículos roubados.

“A idéia dos marginais é dificultar o trabalho da polícia e alimentar o mercado de peças ilegais em algumas regiões com demanda para alguns tipos de veículos. A polícia continua com um trabalho eficiente de repressão a essas quadrilhas efetuando prisões como esta em Londrina”, disse o delegado Geraldo.

As investigações continuam para localizar outros locais usados para venda ilegal de peças de veículos roubados. Depois de ouvido, Gilberto foi autuado em flagrante por receptação qualificada e pode pegar de três a oito anos de prisão. Ele aguardara a decisão da justiça no Setor Temporário de Carceragem da 10.ª Subdivisão em Londrina.