Membros da Appa e da
PF discutiram o assunto.

O superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Eduardo Requião, se reuniu ontem com representantes da Polícia Federal para discutir a implantação do Núcleo Especializado de Polícia Marítima (Nepom), órgão destinado à segurança das áreas marítimas e de navegação do Paraná. Segundo o superintendente em exercício da Polícia Federal no Paraná, Alcyon Dalle Carbonare, o Nepom estará em operação até dezembro.

Para isso, contará com equipamentos e lanchas especiais. Os agentes já estão sendo treinados e, nas próximas semanas, estarão em atividade na Delegacia da Polícia Federal em Paranaguá Ao final do processo de instalação do Nepom no litoral do Paraná, serão investidos R$ 6 milhões, repassados pelo Ministério da Justiça especialmente para atendimento das estruturas física e operacional. Para atender os portos paranaenses, o núcleo contará com 20 agentes, duas lanchas, três botes e quatro veículos. “Todos os portos brasileiros serão contemplados, mas num primeiro momento estão sendo atendidos os de maior movimentação”, disse Carbonare.