A Delegacia de Vigilância e capturas (DVC) investiga o desaparecimento da psicóloga e funcionária da Prefeitura de Curitiba, Rejane Neppel Gody, 44 anos. Ela foi vista pela última vez em 5 de abril, quando saiu para almoçar do prédio onde trabalha, na Avenida João Gualberto, no Juvevê.

Ela trabalha no departamento de Saúde Ocupacional e, no dia do desaparecimento, saiu da sala e deixou o computador ligado. As câmeras de segurança do prédio confirmaram que ela desceu os nove andares a pé e passou pela porta às 12h11. Seguiu em direção ao Colégio Estadual e não foi mais vista.

Buscas

Rejane é solteira, vive com a mãe e o irmão, é formada em psicologia e há 10 anos é servidora municipal. Quando desapareceu vestia calça jeans e jaqueta bege.

A Prefeitura distribuiu cerca de mil panfletos em ônibus e pontos de circulação de bastante aglomerações na cidade. Segundo o superintendente da DVC Dilso Morgerot quem tiver informações sobre Rejane pode telefonar anonimamente para 3219-9700.