enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Latrocínio

Polícia identifica dois suspeitos de morte de taxista

Denúncia anônima alertou que eles estavam bebendo em um bar

  • Por Janaina Monteiro

Dois suspeitos do latrocínio contra um taxista, na noite de quinta-feira, na Lapa foram identificados pela polícia. A dupla foi liberada após prestar depoimento na delegacia, já que não há provas da participação deles no crime. Erol Martins de Oliveira, 60 anos, foi encontrado morto dentro de seu táxi no Jardim Esplanada.

A polícia chegou até os suspeitos depois de receber denúncia anônima dando conta que eles foram vistos num bar bêbados e teriam ligado para o taxista de um orelhão. Os dois foram identificados pelas polícias Militar e Civil.

Segundo o delegado Daniel Prestes Fagundes, o primeiro suspeito foi ouvido no domingo e o outro, ontem. “Não temos provas materiais nem testemunhais de que foram eles os autores do crime. Precisamos ouvir mais pessoas para saber se o álibi deles é verdadeiro. Se surgir alguma testemunha que confirme a denúncia, teremos elementos para pedir a prisão preventiva dos dois”.

Mortes

Além do latrocínio, o delegado, que responde pelas delegacias da Lapa e Contenda, ainda investiga homicídios ocorridos nos dois municípios no sábado. Uma das vítimas foi Giovani Ferreira de Melo, que foi baleado e morreu no hospital em Contenda.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas