A sequência de assaltos e o plano de três indivíduos para seqüestrar um empresário na noite de sábado, em Piraquara, foram por água abaixo antes mesmo de começarem a ser executados.

Eles foram descobertos e interceptados por policiais da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone). Um dos suspeitos, Jhonatan Willian Schmidt do Prado, 19 anos, morreu ao trocar tiros com os policiais. Outro ficou ferido no capotamento do carro em fuga e o terceiro foi preso.

Por volta de 20h, policiais do serviço reservado comunicaram a equipe da Rone que o trio estava reunido. Os PMs deslocaram-se para o centro de Piraquara e localizaram o Celta placa HCI-3528, ocupado pelos suspeitos.

O motorista Anderson Luiz Marques Guimarães, ao ver as viaturas tentou fugir, mas ali aconteceu o primeiro confronto. Ninguém ficou ferido e em seguida o carro, em fuga, foi cercado. Desesperado ele perdeu direção e capotou em uma rua de terra.

No acidente, o passageiro Rafael Vicente quebrou a perna e ficou dentro do veículo, junto com Rafael que foi rendido pelos policiais. Jhonatan correu para um matagal.

Rafael foi socorrido pelo Siate e levado ao Hospital Cajuru com uma fratura no fêmur, e Anderson, que portava uma pistola calibre 380, entregou-se. Ele foi levado para a delegacia do município.

De acordo com o tenente Serpa, outras viaturas chegaram em apoio e cercaram o matagal para onde Jhonatan havia fugido. Pouco depois houve outro confronto. Desta vez o rapaz levou a pior. Mesmo portando uma pistola calibre 380, foi ferido e morreu no local, antes da chegada do Siate.

“O Rafael já tinha antecedentes criminais por roubo. Com eles apreendemos duas armas e evitamos um seqüestro. Também temos a informação de que vários estabelecimentos comercias já haviam sido assaltados por este trio”, completou o tenente.

Anderson, as armas, e o carro foram entregues na delegacia do município. Rafael, que está internado no Hospital Cajuru, assim que for liberado deve ir direto para a cadeia.