O presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Paraná, Reginaldo Agner Silva, foi preso anteontem, por volta das 17h, na sede do Sindicato, no bairro do Cajuru, zona leste de Curitiba. A prisão foi feita por agentes da Polícia Federal, por força de Mandado de Prisão n.º 23/03, expedido pela 1.ª Vara Federal Criminal.

Segundo declaração de Reginaldo aos policiais, sua prisão se deu por problemas Sindicais com a administração da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Paraná. A informação na sede da PF foi de que a prisão não estava relacionada com a destituição do superintendente da PF, delegado Juliano Maciel. Agner encontra-se recolhido na Sede da PF em Curitiba, a disposição da 1.ª Vara Federal Criminal.

Interino

Após a exoneração de Maciel, a Superintendência Regional da PF no Paraná será dirigida pelo seu substituto eventual, delegado Ademir Gonçalves.

No Diário Oficial da União do dia 21 de março, saiu publicada a exoneração do delegado Juliano Maciel e a publicação do nome do novo superintendente regional da PF no Paraná, delegado Jaber Makul Hanna Saadi, que vem da Delegacia da PF em Santos, no litoral sul do Estado de São Paulo.

A data da posse não está marcada. Até lá, a PF no Paraná estará sob o comando de Ademir Gonçalves.