João de Noronha
Piloto flagrado com 2,6 mil
frascos do entorpecente.

A droga, que foi carregada na Argentina, estava sendo transportada pela aeronave prefixo PTNOG até Goiânia (GO), onde seria distribuída. O piloto, um brasileiro de 55 anos, foi preso em flagrante. A PF não divulgou o nome do detido, mas informou que ele alegou ter sido contratado apenas para essa viagem.

A polícia informou que já investigava o caso e estava monitorando o vôo. Quando o avião pousou em Goioerê para reabastecer, a PF aproveitou para realizar a prisão. Para conseguir acomodar a droga na aeronave, os dois bancos traseiros foram retirados.

Inflamáveis

Os frascos de lança-perfume são considerados material inflamável, e por isso, foram levados para a Superintendência da PF em Curitiba de carro, evitando o risco de explosão. Já o avião foi levado ao Aeroporto do Bacacheri, onde ficará no hangar do governo do Estado. De acordo com a Infraero, a aeronave deve passar por uma nova perícia para se averiguar que não exista mais drogas escondidas na sua fuselagem.