Diocir Lourenço/O Paraná
Polícia acredita que material
iria para outros estados.

Agentes da Polícia Federal apreenderam 3,5 toneladas de maconha e 30 quilos de cocaína em Cascavel.

A droga estava escondida no tanque para transporte de combustível do caminhão Mercedes-Benz placa AIM-3243, de Curitiba, às 8h de ontem. O motorista, Benedito Luís da Silva, 44 anos, foi preso e autuado em flagrante por tráfico de drogas.

O delegado Guilherme Biagi, da PF de Cascavel, informou que agentes da Polícia Federal de Cascavel e Foz do Iguaçu realizavam blitz de rotina, no pedágio de Cascavel, saída para Curitiba, na BR-277, parando veículos aleatoriamente. Assim que o caminhão-tanque passou pelo local, foi abordado.

Os policiais pediram a nota fiscal da carga, mas os agentes desconfiaram do documento e começaram a revistar o veículo. ?Batemos no tanque e percebemos que, dependendo do local, a batida produzia sons diferentes, indicando que alguns locais estavam ocos?, explicou o delegado. Biagi disse que bombeiros foram chamados para abrir a lataria do tanque do veículo e encontraram a droga. ?Somente em um compartimento do tanque havia combustível.

O restante transportava droga?, disse.

Biagi informou que as investigações continuam para apurar o destino e a origem da droga.

?O motorista informou que iria para Curitiba, mas desconfiamos que ele esteja mentindo, devido à quantidade de droga?, adiantou o delegado, que acredita que a carga abasteceria os mercados do Rio de Janeiro e São Paulo. Quanto à origem, Biagi supõe que a maconha e a cocaína são provenientes do Paraguai.