Davi de Barros Alves, 35 anos, foi encontrado morto sob a ponte do Rio Belém na Rua Brasílio Itiberê, perto da Avenida Comendador Franco, a Avenida das Torres, por volta das 21h30 de sábado (22). Ele foi assassinado com nove tiros.

Testemunhas disseram, de forma anônima, que viram ele ser baleado perto da Pontifícia Universidade Católica e colocado dentro de um carrinho de supermercado. O carrinho com o corpo dentro foi arremessado no rio. Davi carregava no bolso da calça o documento de uma motocicleta Kasinski, que está em nome de outro homem.

A equipe da Delegacia de Homicídios tenta localizar a motocicleta para apurar se há alguma relação entre o veículo e a motivação do crime.