Cerca de 40 policiais civis fizeram blitze nas praças do centro de Curitiba na tarde de ontem. A operação faz parte do programa Paraná Contra o Crime – Polícia na Rua, para diminuir os índices de criminalidade em Curitiba e Região Metropolitana, e incluiu revista a pessoas e vistorias em bares e estabelecimentos comerciais. Segundo o delegado do Centro de Operações Especiais (Cope), Messias Antônio da Rosa, um dos objetivos é apreender armas e drogas e deter pessoas procuradas pela Justiça.

As blitze foram realizadas nas praças Rui Barbosa, Tiradentes, Santos Andrade, 19 de Dezembro, General Osório e Carlos Gomes. A comerciante Lílian Bussi, 49 anos, tem uma banca de revistas na Praça Tiradentes há 30 anos e diz que já viveu muitas situações perigosas na praça. “Já fui abordada por assaltantes que apontaram uma arma escondida para mim e chegaram até a se fingir de vendedores e indicar revistas aos clientes. Agora, tenho visto mais policiais nas ruas e isso tem nos deixado mais tranqüilos por aqui”, conta ela.

O cobrador de uma estação-tubo da Praça Rui Barbosa, Valdemar Régis de Oliveira, também tem sentido a diferença na segurança. “Tenho visto diariamente policiais militares transitando e acho que estas operações-surpresa da Polícia Civil também ajudam a coibir o crime aqui na praça. Aqui, vivemos sempre em alerta”, diz o cobrador.