Um casal foi detido pela Polícia Militar e depois encaminhado para a Polícia Federal por portarem e repassarem notas falsas para comerciantes no Largo da Ordem, na manhã deste domingo. De acordo com a Sala de Imprensa da PM, o homem, de 33 anos, e a mulher, de 17 anos, foram abordados por policiais militares do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) depois de denúncias de um vendedor de jornais da Gazeta do Povo e de uma comerciante que receberam as notas falsas. A viatura estava na região e, após indicação das vítimas, os policiais localizaram o casal com apoio de policiais militares do 12º Batalhão. “A nota falsa foi repassada ao vendedor enquanto eles estavam no carro. Depois, o casal desceu e foi comer um pastel na feira e retornou para o carro. A abordagem ocorreu neste momento”, explica o aspirante Correia, do BPTran.

Com o casal foram encontradas 17 notas falsificadas de R$ 50. O material estava em um compartimento localizado próximo ao freio de mão do carro que os dois utilizaram para ir ao centro da cidade. Não há informações de quantas notas eles teriam repassado no comércio central de Curitiba. O casal foi levado para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Segundo informações da assessoria de imprensa da PF, o homem foi preso em flagrante e admitiu que as notas eram dele, assumindo o crime. A adolescente de 17 anos não será apreendida porque não houve comprovação da participação dela. O homem já teve passagem por roubo e segue preso na sede da superintendência no bairro Santa Cândida.