Dezenas de peças de
veículos foram apreendidas.

Uma denúncia anônima levou policiais militares do 13.º Batalhão a “estourar” um desmanche, na Rua Aldemar Daros, Vila Verde, Cidade Industrial de Curitiba. Cinco homens, que carregavam uma Kombi com peças de veículos, foram surpreendidos pela PM e encaminhados à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV).

Segundo informações do tenente Andrade, a batida policial começou por volta das 15h30 de ontem. Com a chegada das primeiras viaturas, os indivíduos tentaram se esconder em um sobrado, que fica atrás da garagem, mas não tiveram tempo. Foram pegos em flagrante. No local, além da Kombi carregada com peças de carros sem procedência, estava parado o Fusca placa AEA-9825 que, de acordo com a PM, estava com alerta de furto.

Mais dois

Ao lado, em uma garagem fechada, foram descobertos outros dois carros que estavam em processo de “desmanche e corte”. O Voyage, placa BSD-4055, de Araucária, e o Monza placa AJE-3333, de Pinhais. Nesse local ainda foram encontradas diversas peças como painéis de veículos, rodas, amortecedores e a lataria completa de um Fiat Prêmio, cortada. Um detalhe que chamou a atenção é que, devido aos dizeres pintados na parede externa da garagem, o estabelecimento deveria servir como uma mercearia: Mercearia e Açougue Larisa.

Um dos detidos disse não saber que o local era usado para desmanchar veículo. “Fui chamado para carregar a Kombi com sucata e levar o material para Araucária”, disse Vander, 25 anos.

Para a polícia retirar do local todo o material apreendido, foram solicitados um caminhão e o guincho da PM. Foram encaminhados à delegacia Adriano Mordes da Costa, Vander Souza de Oliveira, Ruberson Roberto da Luz, Juliano Carlos da Silva e Adelino Pereira Ramos. A DFRV deverá determinar a participação de cada um deles na quadrilha e então lavrar o flagrante.