A Delegacia de Homicídios investiga um caso grave de agressão, ocorrido no final da madrugada de ontem, no São Francisco, em frente ao Cemitério Municipal São Francisco de Paula. José Dário de Oliveira, 44 anos, e João José de Ramos, 66, foram violentamente agredidos por quatro rapazes, aparentemente de classe média alta, que testemunhas chamaram de “playboys”.

O delegado Rubens Recalcatti agora investiga se foram os quatro rapazes que agrediram João e José, ou se eles estavam brigando e o grupo parou para salvar quem estava levando a surra e bateu no agressor. O crime foi na Praça Souto Maior, por volta das 5h30. Ambos estão internados no Hospital Evangélico, e José está com hemorragia interna. João teve um corte fundo na testa.

Investigação

Equipes da DH apuram a informação de que os feridos tinham acabado de sair de um bar, nas proximidades, e andavam na calçada quando foram agredidos. No entanto, não há a certeza sobre qual bar eles estavam. Investigadores passaram a tarde procurando câmeras nos estabelecimentos próximos, para verificar imagens. Frentistas de um posto e funcionários de uma funerária, ambas ali perto, teriam notado a confusão quando a agressão já acontecia. O grupo teria usado um paralelepípedo para golpear as vítimas.