Átila Alberti
Anderson foi reconhecido.

Apontado como o homem que mata devedores do tráfico, Anderson José Correia de Amorim, 29 anos, foi preso por policiais do 7.º Distrito Policial (Vila Hauer), no Alto Boqueirão. Ele é acusado de cometer dois assassinatos e uma tentativa de homicídio em 10 dias. Os crimes aconteceram no ano passado e Anderson foi preso quarta-feira.

O primeiro homicídio foi em 25 de setembro, quando o pintor Everaldo Barbosa Felisberto, 34, foi morto com pelo menos quatro tiros no peito, no Alto Boqueirão. Ele foi baleado em um beco da Rua Capitão Amin Mosse, Conjunto Érico Veríssimo. Em 2 de outubro, o serralheiro Antônio Ricardo Vicente Moura, 18, foi morto com cinco tiros no pátio de um posto de gasolina, na esquina das Ruas Francisco Derosso e Izaac Ferreira da Cruz. Este crime teria sido presenciado por Vanderlei Luís Bendoroviski, 39, que foi ferido com três tiros no peito, dois dias depois, na mesma esquina. Na época Vanderlei ficou internado no Hospital do Trabalhador.

Contrato

As três vítimas seriam usuárias de drogas e estariam devendo para traficantes do Boqueirão. De acordo com o delegado Erineu Sebastião Portes, Anderson seria contratado para matar os devedores. ?Testemunhas já o reconheceram como autor de pelo menos um dos crimes. Além disso temos fortes indícios que o apontam como autor dos outros crimes?, finalizou o delegado.