O envolvimento com o tráfico de drogas é a hipótese mais provável para o assassinato do servente de pedreiro Anildo Lemes da Costa, 24 anos, ocorrido na madrugada de domingo. Quem afirma é o delegado José Mário, da delegacia de Fazenda Rio Grande, que ouviu familiares que confirmaram que o rapaz era viciado. O crime aconteceu na casa onde ele morava, na Estrada dos Maçaneiros, região de Guapiara, zona rural. Anildo foi morto na frente da esposa, que é muda.

Segundo José Mário, a irmã de Anildo confirmou que, há algum tempo, o rapaz era usuário de entorpecentes. ?Temos alguns suspeitos mas vamos manter em sigilo para não atrapalhar as investigações?, completou o delegado.