O delegado Gerson Machado, titular da delegacia de Pinhais, solicitou com urgência a transferência dos detentos L.M., 69 anos, e A.A.D.A., 45. Os dois foram presos nos últimos dias, acusados de abusar sexualmente de suas filhas. Machado teme que os outros detentos se revoltem com o fato, já que a maioria dos marginais não admite crimes sexuais, especialmente contra crianças. "Pedi a remoção por medida de segurança", salientou o delegado.

Superlotação

Ontem a cadeia de Pinhais, que tem capacidade para 16 detentos, abrigava 71 e quatro menores apreendidos. A superlotação é outro fato que pode favorecer a represália contra os pais das meninas violentadas.

L.M. é acusado de abusar sexualmente de suas filhas de 6 e 12 anos, e A.A.D.A., de estuprar e engravidar sua filha de 15 anos. De acordo com a denúncia, ele abusava da garota há cinco anos, mas só agora foi descoberto.