O desembargador Jesus Sarrão, do Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná, recebeu ontem o pedido de habeas corpus para Athayde de Oliveira Neto, organizador do show Unidos pela Paz, que está preso desde anteontem na Casa de Custódia de Curitiba (CCC), depois de ter passado pelo Centro de Observação e Triagem (COT). Todavia, não expediu decisão nenhuma ontem. Conforme a assessoria de comunicação do TJ, ele levou o pedido para apreciar em casa e deve dar seu parecer hoje.

Athayde de Oliveira Neto organizou o show de rock que acabou causando a morte de três adolescentes no dia 31 de maio, no Jockey Club do Paraná. Na tarde de quarta-feira, após prestar depoimento da Promotoria de Investigação Criminal (PIC), foi preso graças à decretação de prisão preventiva assinada pelo juiz Marcelo Ferreira, da Central de Inquéritos.