Policiais que participaram da sexta edição da Operação Nhapecani abordaram 16.288 pessoas, detiveram 56 e apreenderam 262 veículos. Foram cumpridos 13 mandados de prisão e de busca e apreensão.

As ações, em todo o Estado, começaram às 6h de quinta-feira (18) e seguiram até a manhã de sábado (20). Foram tirados das ruas 54 quilos de maconha, 161 pedras de crack e 13 armas de fogo.

A operação, coordenada pela Polícia Militar, contou com 1.600 mil policiais militares e 854 viaturas, em 130 municípios. Apoiaram a operação, a Polícia Civil, a Polícia Rodoviária Federal e as guardas municipais.

Foram montados 425 pontos de bloqueio, nos quais os policiais realizaram batidas e abordagens, fiscalizando veículos, pessoas e estabelecimentos comerciais, em busca de armas, drogas e foragidos da Justiça.

Abordagens

Além dos 56 detidos, 12 adolescentes foram apreendidos por envolvimento com crimes. Foram 35 flagrantes e cumpridos 13 mandados. Dos 8.758 veículos vistoriados, 262, que estavam em situação irregular, foram apreendidos e outros dez recuperados, por estarem com alerta de furto ou roubo.

Além das 24 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) apreendidas, 1.186 multas por infração de trânsito foram expedidas pela PM. Das ações, 26 resultaram em assinatura de termo circunstanciado. Treze armas de fogo foram apreendidas em todas as regiões, além de 161 pedras de crack, 54 quilos de maconha e 0,7 gramas de cocaína.

Nhapecani

A operação, que está na sexta edição, surgiu ao longo das reuniões periódicas feitas com todos os setores de inteligência e em parceria com os órgãos participantes.

Outras edições da operação obedecem a um planejamento antecipado e à observação dos índices estatísticos de criminalidade, sem data específica ou horário determinado.

Operações como essa, para o combate intensivo da criminalidade, fazem parte do Programa Paraná Seguro, que desde 2011, reestrutura a área da Segurança Pública.