A Polícia Federal (PF) no Paraná, deflagrou nesta quinta-feira (18) a operação “Três Oitão”, que tem como objetivo coibir o comércio ilegal de armas de fogo, munição e acessórios em Curitiba e região metropolitana. Estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão, sendo 13 deles na capital paranaense, um em Pinhais e um em São José dos Pinhais.

As investigações iniciaram há seis meses e envolvem principalmente pessoas que, por profissão ou atividade, utilizam armas de fogo. Por exemplo: policiais, armeiros, colecionadores e atiradores desportivos. Paralelamente, alguns suspeitos também desenvolviam atividades ilegais, como receptação de armas de origem suspeita, adulteração, clonagem de numeração e venda, além de contrabandear armas e munições do Paraguai.

Com o advento da Lei 10.826/03 -Estatuto do Desarmamento- aumentou a repressão ao tráfico de armas, diminuindo a oferta do produto. Seguindo lei natural de mercado o preço das armas no mercado clandestino disparou, atiçando a cobiça dos criminosos. O lucro do comércio de armas no mercado ilegal é atualmente comparável ao lucro obtido com o tráfico de drogas.

Uma entrevista coletiva foi concedida às 11h, na sede da Superintendência Regional da PF, no bairro Santa Cândida.

Mais informações em breve.