O registro de oito assassinatos em apenas seis horas – das 21h de quinta-feira até às 3h de ontem -, demonstrou que a violência em Curitiba e região metropolitana já não escolhe mais dia nem lugar.

Um crime a cada 45 minutos é média superior a registrada no Carnaval deste ano, quando aconteceram 27 assassinatos da noite de sexta-feira até a noite de domingo do feriado.

Ainda no final da tarde de ontem, um duplo homicídio ocorreu em São José dos Pinhais. Dois rapazes, possivelmente irmãos, não identificados pela polícia, foram executados.

Alberto Melnechuky
Jackson, dois balaços no rosto.

Em Colombo ocorreram dois homicídios, na região do Alto Maracanã. Um na Rua João Gaivoski, Vila Zumbi dos Palmares, exatamente à meia-noite. Um homem de cerca de 24 anos foi executado com oito tiros quando caminhava pela rua. A delegacia do Alto Maracanã, até o final da tarde de ontem, não tinha registro deste crime.

Uma hora depois, Jackson Gonçalves dos Santos, 24, morador no Jardim Guaraituba, foi assassinado na Rua Arapoti. Levou dois tiros no rosto e morreu na hora. O pai de Jackson esteve ontem na delegacia e contou que o jovem era usuário de drogas. Não há pista do assassino.