O mês de outubro teve 18% mais mortes violentas do que setembro, em Curitiba e região metropolitana. Ou seja, foram 100 mortes em setembro, contra 118 no mês seguinte. Já na comparação de outubro de 2012 com o mesmo mês em 2013, o aumento foi de apenas 8%, pois no ano passado houve 109 óbitos, e este ano foram 118. Outubro foi o terceiro mês mais violento do ano. Só perde para janeiro (140) e março (130).

Mas se a comparação for feita no acumulado de janeiro a outubro de 2012, para o mesmo período de 2013, há o que se comemorar: aconteceram 16% menos mortes. Foram 1.304 óbitos no ano passado e 1.096 em 2013.

Prado Velho

Apesar de estar apenas no 9.º lugar no ranking dos bairros maios violentos de Curitiba, no acumulado do ano, o Prado Velho encabeçou a lista de assassinatos em outubro, junto com o Tatuquara e o Umbará. Há tempos, a Vila Torres, dentro do bairro, estava com suas duas gangues pacificadas. No entanto, um desentendimento entre elas levou cinco pessoas para o caixão, com tiroteios em plena luz do dia (foto).

Entre os dias 26 e 31, dos cinco homicídios na vila, quatro ocorreram na Rua Manoel Martins de Abreu. As vítimas eram jovens, todas do sexo masculino, com idades entre 17 e 23 anos. Segundo a polícia, todos estavam envolvidos com o tráfico de drogas na região. As mortes foram causadas pela retomada da disputa entre as quadrilhas que dominam a favela.