Nem o cachorro de um casal suspeito de receptação e porte ilegal de arma escapou de ser “enquadrado” pela polícia. Iara Vieira, 26 anos, não largou o animal de estimação ao ser presa ao lado do foragido da Justiça, identificado como Sadi da Silva Ribeiro, 31, na tarde de terça-feira, no Centro. O casal circulava com um Renault Mégane furtado em Santa Catarina, com uma pistola 9 milímetros.

Iara e Sadi foram levados à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) e autuados por porte ilegal de arma, receptação, adulteração de sinal identificador e falsidade ideológica.

Denúncia

O casal foi preso por policiais do serviço reservado da Polícia Militar que receberam denúncia do Detran que o Mégane clonado estava circulando pelo centro. O automóvel foi interceptado na Rua Carlos Cavalcanti. A pistola estava com a numeração raspada e tinha três carregadores com 44 munições.

Na delegacia, a polícia descobriu que o carro havia sido furtado, no início do ano, em Navegantes (SC) no início do ano. Segundo o delegado Gerson Alves Machado, Iara tentou atrasar o trabalho da polícia, fornecendo nomes falsos. Sadi é foragido de Santa Catarina e tem uma condenação a cumprir, conforme informou o delegado.