enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

São José dos Pinhais

Namorado mata policial e depois se mata na RMC

O caso chocou os vizinhos, pois eles estavam juntos há cerca de dois anos

  • Por Pedro Mencke

Priscila foi baleada e Luís se matou, pelos primeiros levantamentos feitos pela polícia.

Briga de casal terminou em tragédia em São José dos Pinhais. A policial civil Priscila Costa da Silva, 26 anos, foi assassinada, com a própria arma, pelo namorado, Luís Osni Oliveira, da mesma idade. O rapaz se matou em seguida, dentro do Vectra, na garagem dos pais da jovem. Vizinhos ouviram a discussão e barulhos por volta das 4h30 de sábado, mas os corpos só foram encontrados à tarde. A família estava na praia.

A polícia acredita que a discussão começou fora da casa porque o portão foi arrombado pelo carro, na Rua Antônio Olinto, no bairro Braga. Ninguém da polícia militar quis comentar o assunto, mas o delegado do Cope, Leonardo Carneiro, descreveu que Priscila recebeu três tiros, um na cabeça. “Só após a perícia e as investigações complementares poderemos definir com certeza o que aconteceu”, comentou Leonardo. O delegado confirmou que a arma encontrada é de calibre 40 e possivelmente pertencia à policial.

Tranquilos

Vizinhos relataram que o casal tinha uma relação aparentemente tranquila e que eles estavam juntos há aproximadamente dois anos. Priscila é filha do escrivão da Delegacia da Mulher, Edmundo da Silva, e estava lotada no Grupo Auxiliar de Planejamento da Polícia Civil. “Nessa hora a gente tem que deixar de lado as emoções e trabalhar com profissionalismo porque tudo que a família espera é saber a verdade”, disse Leonardo.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas