Ultrapassagem forçada teria provocado
a colisão frontal, no Boqueirão.

Uma ultrapassagem forçada teria provocado a colisão que matou Joceli Guedes Bonetti, 32 anos, às 23h30 de quinta-feira, na Rua Paulo Setúbal, Boqueirão, atrás do quartel do Exército. Ela era passageira do Chevette placa BIB-6587, conduzido por Ivan Bonetti da Cruz, 35. O motorista e Letícia Zaini Bonetti, 5, foram hospitalizados, depois de socorridos pelo Siate.

O vendedor Anderson Guilherme Pereira, 19, que dirigia o outro veículo envolvido no acidente, o Passat LWS-2196, contou a sua versão para o que ocorreu. Ele trafegava em sentido ao bairro e estava a cinco quadras de sua casa. Na pista sentido contrário, vinham três carros, segundo contou. O do meio forçou uma ultrapassagem e o Chevette teria tentado a mesma manobra, quando colidiu de frente com o Passat. A pista molhada pela chuva fina que caía naquela hora pode ter contribuído para a violência do choque, já que a frenagem brusca, nessa situação, fica comprometida.

A Polícia Científica esteve no local e, depois de avaliação, poderá confirmar ou não a versão de Anderson. O acidente foi atendido pelo cabo Lader e soldado Maurílio, do Batalhão de Trânsito.