enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Crime passional?

Mulher com queimaduras graves pode ter sido vítima da namorada

Denúncia foi feita pela mãe da vítima, que disse que a relação era violenta

A mulher que provocou um acidente de trânsito e causou confusão no Capão Raso, na segunda-feira, é investigada por lesão corporal gravíssima. A polícia apurou que ela ateou fogo na companheira, de 35 anos, que permanece na UTI do Hospital Evangélico, entre a vida e a morte.

A mãe da vítima foi ouvida na Delegacia de Homicídios e contou que as duas mantinham um relacionamento amoroso, mas viviam brigando. Conforme foi apurado, uma delas rompeu o namoro, o que motivou a briga. Na tarde de segunda-feira, a mulher teria ateado fogo na companheira e, em seguida, a colocou num carro e seguiu para o hospital.

Alterada

No caminho, ela bateu o carro, na Rua Miguel Feliz, e, exaltada, tentou agrediu populares com uma barra de ferro. Enquanto o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) acalmava a mulher, sem saber que ela tinha ateado fogo na companheira, a vítima foi socorrida pelo Siate. A suspeita deverá ser ouvida na semana que vem.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas