O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu 25 mandados de busca e apreensão no Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo na manhã desta terça-feira (27). A Operação Rousseau III é resultado de um trabalho conjunto de investigação do Ministério Público e do Detran/RS para apurar ilícitos praticados por agentes credenciados ao Detran e despachantes.

Segundo o Promotor de Justiça João Afonso Silva Beltrame, a investigação apurou 173 fraudes documentais em veículos registrados no Centro de Registro de Veículos Automores Alvorada (CRVA), sendo que a quadrilha investigada conseguiu arrecadar mais de R$ 1 milhão. O Promotor salientou, ainda, que há indícios que esta fraude se estende por todo o Rio Grande do Sul, chegando a quase 5.000 veículos, bem como para outros estados.