Será julgado hoje Ederson dos Santos Bielecki, 33 anos, acusado de homicídio. Ele está preso desde a data do crime. Na noite de 30 de março do ano passado, Bielecki, que é caminhoneiro, se envolveu em uma briga de bar que terminou em morte.

Passava das 23h quando Edson Araújo, 34 anos, começou a discutir com Bielecki. Eles estavam em um bar na Rua Cid Campêlo, CIC. A briga esquentou e os dois foram para a calçada, seguidos pelo irmão de Edson, José Kleber de Araújo, que tentava apartar os dois. Testemunhas contaram à polícia que o caminhoneiro, sentindo-se acuado, sacou um revólver e desferiu diversos disparos a esmo. Uma das balas acertou José Kleber em cheio no peito. O rapaz, de 18 anos, caiu morto, e o irmão levou um tiro de raspão no rosto.

Bielecki foi preso por policiais militares, levado à delegacia do 11.º Distrito e autuado em flagrante por homicídio.

Transferido

O julgamento de Fabiano de Souza Cirino, 22 anos, que estava marcado para quinta-feira passada, foi transferido para o segundo semestre deste ano. Fabiano seria julgado pelo homicídio de um rapaz de 16 anos, Cristian André da Silva Ferreira. O crime foi cometido em agosto do ano passado. O mentor do assassinato, Hudson Pereira, 19 anos, foi julgado na semana passada e condenado a 12 anos de reclusão em regime fechado. Quando foi preso, na data do crime, Fabiano confessou ter sido autor do disparo que matou Cristian e apontou Hudson como mandante.