Por descumprir a ordem de bandidos para fechar o seu estabelecimento às 19h de sexta-feira, o comerciante José Rogério da Silva quase morreu. Ele foi baleado na cabeça quando fechava as portas de seu bar, no Cajuru, zona leste de Curitiba, à 1h55 de ontem. Jonathan Martins, que passava pelo local, levou um tiro na perna. Os dois foram socorridos pelo Siate e conduzidos ao Hospital Cajuru.

A polícia apurou que os traficantes da região decretaram toque de recolher após às 19h. Segundo testemunhas, dois homens ocupando uma moto dispararam vários tiros. A Delegacia de Homicídios (DH) tenta apurar o crime, mas esbarra na conivência dos moradores com os bandidos.