Mesmo com as constantes investidas da polícia na tentativa de devolver a paz à região do Cajuru, mais um jovem entra para as estatísticas de mortes ocorridas no bairro. O estudante Roberson Roberto Carrão, 18 anos, foi assassinado com quatro tiros, às 19h de terça-feira, na Travessa Particular, entre o Linhão do Emprego e a linha férrea. O rapaz foi ferido nas costas e na cabeça, com projéteis de revólver calibre 38.

Segundo informações da população a policiais militares da Patrulha Escolar, o jovem, morador no mesmo bairro, não era usuário de drogas e não tinha inimigos. "A mãe da vítima disse que Roberson era um bom filho e bom aluno, sempre dedicado a terminar os estudos", explicou a soldado Piscilla.

No local, ninguém sabia dizer nada sobre os autores dos disparos, apenas comentaram ter ouvido cinco tiros.